Maquiagem Pode Ser a Vilã Da Saúde Dos Olhos

O uso inapropriado de maquiagem pode causar doenças oculares.

Maquiagem Nos Olhos - Osmar Brasileiro & Fiho Oftalmologia
Tornar um hábito dormir de maquiagem, emprestar produtos de beleza ou utilizá-los vencidos, a falta de higiene com pincéis e outros utensílios, e até um famoso truque de beleza feminina podem trazer problemas para os olhos. Inflamações, alergias, inchaço da pálpebra, coceira, lacrimejamento, sensação de areia nos olhos, queimação, visão embaçada ou secreção ocular são algumas das queixas mais frequentes. “Quando um desses sintomas aparecer, é necessário procurar um oftalmologista o mais rápido possível para que não haja um agravamento do quadro”, afirma a Dra. Ana Paula Canto, oftalmologista da Clínica Canto.

Deixar os olhos em destaque também pode ser um problema, diz a oftalmologista. “O famoso lápis preto, passado na margem palpebral (a linha branca da pálpebra), deve ser evitado, pois nesse local se encontram glândulas que produzem parte da lágrima e o ponto lacrimal. Se essa área for obstruída, pode causar inflamação e sintomas de olho seco”, alerta.

Dra. Ana Paula Canto também explica os cuidados para quem usa lente de contato. “As lentes devem ser colocadas antes de iniciar a maquiagem e retiradas antes de se demaquilar. O objetivo disso é não levar resíduos que possam danificá-la ou causar desconfortos e visão embaçada”, explica.

A especialista orienta que sempre deve-se fazer a retirada da maquiagem antes de dormir. “Os produtos devem ser removidos para evitar uma inflamação nas pálpebras, chamada blefarite, alergias ou outras irritações oculares”, esclarece. Outro alerta é quanto ao empréstimo de acessórios de beleza, como pincéis, lápis para os olhos, sombras e rímeis. “É preciso ter cuidado ao compartilhar maquiagens, não só ao ir aos salões de beleza, mas também com seus pertences. Se uma outra pessoa estiver com alguma doença ocular, como conjuntivite, ela pode ser transmitida”, ressalta.

Para a hora de se demaquilar, a oftalmologista salienta que uma boa opção são os produtos específicos para os olhos. “Já existem demaquilantes desenvolvidos e testados especificamente para a área dos olhos e para a limpeza e higiene dos cílios. Mas, apesar de serem produtos para os olhos, é preciso cuidado para que não entrem nos olhos para que não cause nenhuma lesão”, explica.

A falta de higiene também pode trazer problemas. “Uma vez na semana, os pincéis de maquiagem devem ser lavados com água e sabão neutro e não podem ser guardados úmidos. Deixe-os secando naturalmente ou use o secador”, ensina a médica, que lembra ainda que cosméticos também têm prazo de validade. “Quando o produto está vencido bactérias e fungos podem se alojar e causar infecções nos olhos ao ser usado.” De acordo com ela, para aumentar o prazo de validade, algumas mulheres misturam outros produtos aos rimeis, por exemplo soro fisiológico e óleos. “Eles não aumentam a validade e contribuem para a irritação ocular, alergias e conjuntivites infecciosas”, ressalta.

Os cuidados com os olhos e os produtos de beleza devem ser diários. A oftalmologista aconselha que:

– Quando for passar rímel ou delineador cuide para não causar traumatismo na córnea. Caso haja irritação ou alergia, pare de usar o cosmético;

– Deve-se dar preferência a produtos hipoalergênicos. Se estiver com conjuntivite, não use maquiagem e descarte os produtos usados um pouco antes;

– Não se deve esfregar com força os olhos na hora de remover a sombra e o rímel, pois as pálpebras são muito sensíveis;

– Deve-se lavar sempre muito bem as mãos antes de se maquiar e demaquilar.

Fonte: SEGS